Maquinaria de sensações

(Registro do 1º dia da Oficina Jogo e Repetição em João Pessoa)

por Anna Raquel Apolinário.


Manhã de corpos e buscando em bela balsa de sensações. Os bem aventurados conduzidos pelas cuidadosas mãos recém-amigas bailavam seus sentidos. Embarcados nesse mar espelhado de intrigantes possibilidades lançavam seus olhos, pés, mãos, corpos entregues em ebulição.

A dança do toque fluía, ela ria, ele reagia e todos submergiam ao sublime sentido sentido de coletivo, de construtor.

Manhã de corpos se buscando, o verbo então se fez ação que passou, eles, elas, uma narração de olhos presentes, pacientes, percebendo, partilhando, perseverando, pares de olhos pesquisando suas máquinas, materializando ideias.

Agir – falar – pensar – intimamente narrar sem os olhos desviar e toda atenção concentrar, repetir é transformar, sempre. Os corpos em estado alterado, ali, apenas ali, concentrados, breve, mas, intensamente transformados.

Manhã de corpos se buscando… Manhã de corpos se encontrando.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: